Eliot, Jan

Nasceu em San José, na Califórnia, mudou-se juntamente com os pais, (eles eram os únicos que podiam conduzir) durante um tempo, para Detroit, Michigan, e passou o resto da infância em St. Charles, Illinois. Estudou Arte na Southern Illinois University e licenciou-se em Estudos sobre a Mulher e Inglês já em Oregon. Entretanto, casou e teve duas filhas.
Depois da licenciatura, embarcou numa série de empregos que a levaram desde as bibliotecas itinerantes à venda de automóveis. Um emprego no departamento de produção de um jornal, levou-a à carreira de designer gráfico… e de novo às Artes. Trabalhou, durante sete anos, numa agência de publicidade, ilustrou manuais de computadores e compêndios, colaborou com algumas revistas e persuadiu o jornal local a publicar a sua Banda Desenhada Sister City (uma versão anterior de Sopa de Pedra).
Ao criar duas filhas com menos dinheiro do que o suficiente, menos tempo do que o suficiente e menos
paciência que o suficiente, a Banda Desenhada era o escape perfeito para as frustrações do dia-a-dia e para a salvaguarda da sua sanidade mental. A designação Sopa de Pedra, proveniente de um antigo conto tradicional, amplamente conhecido entre nós, demonstra a forma como é possível transformar escassos recursos disponíveis numa forma de festejar e celebrar – criando alguma coisa a partir do nada. É isso que os pais, principalmente os pais solteiros, muitas vezes, têm de fazer.

...................................................................................................

 Sopa de Pedra 6 - Estado de Sítio
 Sopa de Pedra I
 Sopa de Pedra II – Não Se Pode Falar em Maminhas ao Domingo
 Sopa de Pedra III – Já tenho Idade para Ouvir as Partes Boas
 Sopa de Pedra IV – Esta Família É um Zoo
 Sopa de Pedra V – As Nódoas Nos Sofás Não Passam Para a Roupa!