Kynge, James

James Kynge visitou a China pela primeira vez em 1982, ano em que estudou chinês numa universidade localizada entre o rio Amarelo e a terra natal de Confúcio. Nesse altura, o país ainda dava os primeiros passos na sua longa caminhada de recuperação dos excessos da Revolução Cultural do Presidente Mao, e o contacto espontâneo entre chineses e estrangeiros era proibido. Mesmo assim, a experiência foi instrutiva. Voltou à China em 1985, pouco depois de se ter licenciado em línguas orientais pela Universidade de Edimburgo, tendo desde então vivido e trabalhado no país ou em países vizinhos.
Durante os seus dezanove anos de jornalista na Ásia, passou mais de uma década a escrever sobre a China a partir da China, tendo sido de 1998 a 2005 Chefe da Delegação do Financial Times naquele país. As experiências colhidas durante esse período, em que o país deixou a periferia para ocupar um lugar central na cena mundial, constituem o material de base deste livro. Fala mandarim fluentemente e viajou por todo o país, visitando todas as suas províncias e regiões.
Kynge recebeu vários prémios de jornalismo, entre os quais o de Jornalista Económico do Ano (Londres) em 2004 e o de Jornalismo Europeu Online em 2003. Tem uma actividade regular de orador, conferencista e autor de programas sobre a China, transmitidos pela BBC, CNN, National Public Radio, Deutsche Welle e outras estações. Vive em Pequim com a mulher e os três filhos. Este é o seu primeiro livro.

...................................................................................................

 A China Abala o Mundo – A Ascensão de Uma Nação Ávida