Branco, J. Oliveira

J. Oliveira Branco nasceu em Tentúgal em 1933. Padre na diocese de Coimbra desde 1956, trabalhou na Rádio Renascença (Lisboa). Licenciado em Filosofia na Universidade Gregoriana (Roma), foi professor de Filosofia no Seminário de Coimbra a partir de 1965. Capelão da capela da Universidade de Coimbra. Professor do Instituto Superior de Estudos Teológicos de Coimbra desde a sua fundação. Assistente religioso dos estabelecimentos prisionais da mesma cidade por mais de 25 anos. Doutorou-se em Filosofia na Universidade Gregoriana com uma tese sobre O Humanismo Crítico de António Sérgio, cuja publicação se encontra há muito esgotada. Colabora em diversas revistas de estudo e reflexão, nomeadamente Estudos Teológicos (Coimbra). Em parceria com o Professor Doutor Sebastião Formosinho publicou O Brotar da Criação — Um Olhar Dinâmico pela Ciência, a Filosofia e a Teologia, A Pergunta de Job — O Homem e o Mistério do Mal e este, O Deus Que Não Temos — Uma História de Grandes Intuições e Mal-entendidos.

...................................................................................................

 O Deus que não Temos